top of page

Artigo: A cultura de gestão em Q.S.M.S


A definição de cultura pode ser entendida em vários aspectos conceituais. Conforme o conceito mais clássico, pode-se definir como um conjunto de padrões de comportamentos, crenças, conhecimentos e costumes que distinguem um grupo social, a sua forma ou etapa evolutiva das tradições e valores intelectuais, morais e espirituais. Outras definições são apresentadas, mas todas convergindo para o mesmo propósito.


As organizações quando resolvem implantar processos e padrões de trabalho, possuem um grande desafio em buscar a sua identidade e consolidar seus valores e aspirações. Sabemos que a cultura organizacional é construída por pessoas e que cada uma delas possuem diferentes desejos, experiências e expectativas.


A implementação de novas metodologias de gestão associadas a novas formas de trabalho traz novos hábitos e consequentemente mudanças nas rotinas laborais. Importante ressaltar que a interação entre as pessoas dentro de uma organização está associada diretamente com o próprio ambiente que estão inseridas. A forma como a cultura de uma empresa se posiciona pode contribuir positivamente ou negativamente na satisfação dos seus colaboradores.


A implantação de um sistema de gestão está associada diretamente em traduzir de forma clara à condução dos trabalhos e como os seus processos serão desenvolvidos. As pessoas fazem parte na construção desses processos e tê-las como protagonistas é o grande segredo para o sucesso.


A maturidade de um sistema de gestão pode ser entendida como a estrutura organizacional está definida. Ter diretrizes bem direcionadas e acompanhadas por um setor com a expertise em conduzir essa transformação cultural pode trazer um diferencial competitivo perante ao mercado. Os pilares do QSMS – Qualidade, Segurança do Trabalho, Meio Ambiente e Saúde promovem uma base de sustentação importante na perpetuidade das organizações. Importante ressaltar que a gestão em QSMS adere a todas rotinas da organização, não apenas no controle de processos, mas também no cuidado com a saúde de seus colaboradores, na gestão da exposição aos riscos em suas atividades e a idealização da sustentabilidade ambiental no negócio da empresa. Todos os tópicos citados são inerentes a um engajamento positivo e importante aos olhos da sociedade e de todos os colaboradores envolvidos nos processos. É indiscutível o ganho de produtividade, rentabilidade nos resultados, redução de custos e gastos associados a acidentes de trabalho, contribuição na diminuição de doenças relacionadas ao trabalho, redução nas taxas de absenteísmo e construção positiva da imagem da empresa perante aos clientes e sociedade.


A probabilidade em encontrar resistência numa nova proposta de trabalho por parte dos colaboradores e encontrar dificuldades de alinhamento junto às lideranças é real. A participação, engajamento e patrocínio da alta gestão na transformação cultural almejada é fundamental para que os resultados aconteçam e a sua disseminação da nova realidade aplicada em todos os níveis da organização seja garantida.


Podemos concluir que estabelecer e implementar ações e práticas de gestão em QSMS são itens estratégicos para as organizações que querem se diferenciar no mercado. As ferramentas para o desenvolvimento na busca pela transformação cultural existem e são fundamentais para alcançar resultados alinhados com o que a sociedade e os clientes estão exigindo e principalmente, a consolidação e fortalecimento de uma boa cultura de gestão em QSMS.




51 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment


valdemar nunes
valdemar nunes
Oct 31, 2023

Like
bottom of page