top of page

Artigo: Engenharia e orçamentos em obras eletromecânicas: Desafios e oportunidades


A realização de obras eletromecânicas no Brasil pode envolver desafios relevantes que vão desde o ambiente regulatório até questões como disponibilidade de mão de obra qualificada e deficiência de infraestrutura existente no país. Trabalhar de forma integrada com os stakeholders, levando em conta todas as fases necessárias e, consequentemente, os tempos e recursos para sua realização, são alguns dos pontos tratados no orçamento de um projeto.


Um importante protagonista responsável por criar e desenvolver atividades nas etapas técnicas do empreendimento é a área de engenharia. Desde a formação do CAPEX ao comissionamento, esses profissionais estão presentes em diversas atividades, apoiando técnica e gerencialmente a realização das obras.


A legislação relacionada à construção de obras eletromecânicas pode ser extensa e complexa. Cumprir todas as normas técnicas, regulamentações ambientais e de segurança pode ser desafiador, exigindo uma equipe especializada em engenharia para garantir que todas as etapas da obra estejam em conformidade. Porém, encontrar e contratar mão de obra qualificada em quantidade suficiente pode ser um desafio, especialmente em projetos de grande porte.


A escassez de profissionais com habilidades técnicas específicas pode levar a atrasos e impactar a qualidade da obra. Além dos desafios com mão de obra no Brasil, podemos dizer que também no mundo, principalmente no pós-pandemia e em tempos de guerras, somos suscetíveis a flutuações no mercado de materiais de construção e eletromecânicos, o que pode levar a variações nos custos e disponibilidade de insumos essenciais.


O planejamento de compras e gerenciamento de estoque tornam-se fundamentais para evitar paralisações durante a construção. Além disso, dependendo da localização do projeto, o acesso a áreas remotas pode ser difícil, o que pode afetar o transporte de materiais e equipamentos necessários para a obra. A infraestrutura de transporte precisa ser avaliada e planejada com cuidado para garantir o fluxo contínuo de suprimentos e pessoal.


Todo esse cenário está dentro de um ecossistema onde as atividades são monitoradas e planejadas com todo o cuidado e de acordo com normas rígidas de qualidade e segurança, garantindo um ambiente seguro e sustentável. Nesse contexto, um setor especializado precisa atuar com planejamento e muita técnica.


Obras eletromecânicas muitas vezes envolvem projetos de infraestrutura em larga escala, como minerações e usinas siderúrgicas, que podem impactar o meio ambiente e comunidades locais e lidar com questões ambientais, como o licenciamento ambiental. Engajar as partes interessadas de maneira adequada é essencial para buscar soluções sustentáveis, como a utilização de materiais e equipamentos ecologicamente corretos, o aproveitamento de energias renováveis e a minimização do impacto ambiental, além de evitar problemas legais e atrasos no cronograma.


Levando em conta o grau de maturidade da engenharia ao longo de cada fase do projeto, os desafios podem ser ainda maiores, visto que o andamento das atividades está diretamente ligado à disponibilidade e qualidade das especificações e determinações que são os outputs da engenharia detalhada. Desde a fase orçamentária a análise de documentação com grau de maturidade baixo traz incertezas indesejadas, aumentando os riscos de sucesso do empreendimento.


Uma abordagem com viés de solução integrada tem trazido resultados relevantes, uma vez que trabalhando em sinergia, engenharia, planejamento e execução, desde o início da concepção de um empreendimento, reduzem-se riscos importantes.


Nesse ponto, a transformação digital e a excelência operacional têm trabalhado em prol da produtividade e da eficiência/eficácia, reduzindo os gaps nesses processos. Esse processo de transformação, onde tudo está conectado, é desafiador, portanto, devemos nos preocupar em desenvolver habilidades que contribuam nessa jornada digital, onde a máquina e o homem estão lado a lado realizando atividades em sintonia.


Não há uma receita pronta para a condução de empreendimentos da envergadura de implantações de obras industriais. O que podemos constatar é que no contexto de um mundo onde as mudanças acontecem a todo momento e com velocidade às vezes surpreendente, temos conduzido os projetos com o viés de longo prazo, mas trabalhando firmemente no viés de curto e médio prazos, reduzindo imprevistos de forma antecipada e protagonista. Dessa forma, torna-se estratégico integrar times multidisciplinares com perfis e experiências complementares sempre somando e construindo soluções customizadas e claro, sofisticadamente simples.




18 visualizações0 comentário
bottom of page